Ayrs and Grounds

Música Barroca Curitiba

11/11/2022 – 20h – Guairinha

 

Matheus Prust (SC/PR), violino barroco

Roger Burmester (PR), guitarra barroca

 


Programa:

 

Matteis, Nicola (1650-1714). Prelúdio em Ré Maior

Playford, John (1623-1686). Ground em Ré Maior

Matteis. Ária

Playford. Duke of Norfolk, Division to a ground

Matteis. Prelúdio e Ária burlesca

Matteis. Preludio in Fantasia e Ária Amorosa

Playford. La Folia

Matteis. Ciaccona



Sobre o programa

Ao longo da segunda metade do século XVII os compositores John Playford e Nicola Matteis exerceram forte influência no gosto instrumental inglês. Direcionando suas obras tanto para o público amador quanto para o profissional, auxiliaram no estabelecimento de uma linguagem nacional influenciada pelas inovações estrangeiras. Em The Division Violin (1685), Playfordapresenta temas de origens diversas, compondo variações complexas e sofisticadas sob baixos-ostinatos, utilizando técnicas de execução inovadoras, tais como o uso de scordatura e de cordas duplas para o violino. Considerado à época como “o segundo Corelli”, Matteis trouxe para a Inglaterra, em Ayrs for theviolin (1676-1685), o idiomatismo violinístico voltado para a expressividade italiana. Em Ayrs and Groundso ensemble Música Barroca Curitiba apresenta obras icônicas destes compositores, ilustrando o estilo de composição da época. 

 

Sobre o ensemble

“Looks like a family in perfect consonance.” William Carter (USA) 

“An important ensemble for the Early Music field in Brazil.”Olivia Centurioni (Itália) 

 

Criado em 2017, o ensemble Música Barroca Curitiba desenvolve um trabalho consistente e aprofundado na pesquisa e interpretação da música dos séculos XVII e XVIII. Homenageia a capital paranaense, reunindo músicos especializados da área de Música Antiga de diversas partes do país e do mundo que escolheram Curitiba como seu lar. Também conta com a participação de músicos de cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. O grupo tem um enfoque no repertório pouco explorado na atualidade, o que tem permitido ao público conhecer obras ainda inéditas em nosso tempo. Ao longo de seus primeiros anos de existência, o MBC tem encontrado reconhecimento do público e da classe artística brasileira e internacional, sendo convidado para séries de concertos como da Caixa Cultural de Curitiba, da Escola de Música e Belas Artes do Paraná, da Universidade Federal do Paraná, do Instituto Dante Alighieri, do SESI-PR, das séries Música na Igreja de Cristo e Música Antiga da Capela da Glória e da programação da Oficina de Música de Curitiba.